[DFB Digifest] Terceiro dia do LIVE MODA trouxe desfiles de Rendá por Camila Arraes e dos estilistas Ronaldo Silvestre e Kallil Nepomuceno

O DFB Digifest 2020, edição virtual do maior encontro da moda autoral da América Latina, realizou nesta quinta-feira (30) o terceiro dia de transmissões do DFB Live Moda, desfiles promovidos de forma 100% online. O evento virtual aconteceu no canal do Youtube e contou com os desfiles da marca Rendá por Camila Arraes e dos estilistas Ronaldo Silvestre e Kallil Nepomuceno. A série de desfiles será transmitida até sexta-feira (31), pelo endereço: https://www.youtube.com/channel/UCMZ_Dd0g5nLdVgAND_8j5Yw.

A ação tem o objetivo de promover a moda autoral, renovando e incentivando o trabalho e a autoestima de criadores e marcas parceiras neste momento de impactos da pandemia. Reconhecida como uma marca que enfatiza o trabalho feito à mão, a Rendá por Camila Arraes abriu a transmissão. Com a coleção “Recomeços”, apresentou peças com foco no conforto, voltada para eventos mais intimistas e para o dia a dia. Com um grande mix de cores, a marca trouxe peças que transmitem boas vibrações e energias positivas. O segundo momento do evento virtual contou com o desfile do estilista Ronaldo Silvestre, que apresentou para o público uma coleção atemporal, com peças em tecidos de sarjas da santanense têxtil, denim da capricórnio têxtil, resíduos têxteis da G. Vallone, que  fortalecem o movimento “Sou de Algodão”, unindo-se ao tule e aos resíduos da indústria de confecção. O desfile do Ronaldo Silvestre foi gravado na sala de modelagem e costura do Instituto ITI, em Belo Horizonte, sendo o único realizado fora de Fortaleza.

 

Fechando o terceiro dia de desfiles, Kallil Nepomuceno apresentou “Aquarelas”. Com tecidos fluidos, a coleção é marcada por traços orientais nas cores e formas. Nas estampas, apresenta traços de pinceladas despretensiosas em aquarelas e contrastes de cores vivas, com max floral vetorizadas e adornos em crochê e macramê, em vestidos despojados, com uma modelagem casulo que sugere uma gueixa contemporânea.

O line up do Live Moda conta ainda com outros grandes nomes que já estavam confirmados na edição física e que são consagrados estilistas e marcas do trade da moda autoral: Bruno Olly, Ivanildo Nunes, Lindebergue Fernandes, Coletivo (composto pelos estilistas Bruno Queiroz, Gisela Franck e Bikiny Society); Vitor Cunha e Almerinda Maria, Baba, Marina Bitu e Thereza Montenegro, sendo estas duas últimas estreantes no evento.

 

 

As gravações dos desfiles aconteceram nos dias 18 e 19 de julho, na F3 Produções, cumprindo todos os protocolos de segurança para o casting de modelos e as equipes de produção, beleza e técnica. O DFB DigiFest tem como objetivo principal transportar o clima de criatividade e inovação do DFB Festival para o universo das redes sociais. A iniciativa conta com o patrocínio do Sebrae/CE e da graduação em Design Moda da Unifor.

Link dos vídeos: https://we.tl/t-ssw8fCCGJY.

Confira o line-up dos próximos desfiles DFB Live Moda:

Sexta, 31/07

19h – Marina Bitu

19h30 – Thereza Montenegro

20h – Baba

Ações sociais

O evento está doando, junto com a Enel, 200 mil máscaras de longa proteção a domicílios em áreas de vulnerabilidade social da Região Metropolitana de Fortaleza. Outra ação, o projeto Marmita Chic reúne, até 31/07, oito restaurantes da nossa culinária autoral para criar pratos comercializados com preços promocionais e parceria com o aplicativo de delivery James, a Coca-Cola, a Granja Regina e a Mallory.

O DFB Digifest realizou ainda o Pitstop Contra a Covid-19, que realizou no mês de julho 1.000 exames grátis para a população, em uma espécie de drive-thru instalado no calçadão da Praia de Iracema, em frente ao Hotel Sonata. Com cadastramento e agendamento do horário dos testes realizado somente no dfhouse.com.br, a iniciativa é uma correalização DFB DigiFest/Enel, realização da Cooperativa de Atendimento Pré e Hospitalar (Coaph Saúde), com patrocínio da Qair, apoio institucional da Prefeitura de Fortaleza, e do Instituto Iracema, apoio do Senai, Sistema Fiec e Laboratório Régis Jucá, englobando os sindicatos têxteis do Estado: SindRoupas, SindConfecções e Sinditêxtil.

O maior encontro da moda autoral da América Latina

O DFB Festival foi criado, em 1999, para possibilitar o diálogo entre as camadas que compõem o trade da moda no Ceará, facilitando o acesso e a visibilidade tanto para profissionais e marcas estabelecidas no mercado, quanto para novos e promissores talentos. Com o avanço das edições, o Evento abraçou fortemente ações de formação, economia criativa e inovação.

Na edição 2019, o DFB Festival instalou uma estrutura de 27.000m2 nas areias do Aterro da Praia de Iracema, por onde passaram 36 desfiles, 20 shows, quatro balés, feira de design com 60 expositores, 12 palestras e workshops, além de uma mostra gastronômica reunindo 21 bares e restaurantes.

Celebrando a inclusão de Fortaleza no ranking de Cidades Criativas: Design, outorgado pela Unesco, o DFB Festival 2019 gerou 3.655 postos de trabalho, diretos e indiretos, além da participação voluntária de 132 alunos de 11 instituições de ensino dos estados do Ceará e Rio Grande do Norte, representando as graduações de Design de Moda, Hotelaria, Produção de Eventos e Publicidade & Propaganda.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *