Exposições buscam inclusão e acessibilidade em museus

 

Em Fortaleza, a exposição Locus, da artista plástica Adriana Maciel, conta com recursos de inclusão para todos os públicos

Sempre em busca de incluir e proporcionar uma experiência completa para todos os públicos, os museus e os artistas têm investido em acessibilidade. O objetivo é fazer com que todos tenham a oportunidade de vivenciar as exposições, instalações e expressões artísticas da maneira única. Seguindo essa tendência, a exposição Locus, da artista plástica Adriana Maciel, proporciona acessibilidade para os visitantes.

A mostra, em exposição até o dia 7 de abril, no Centro Cultural Dragão do Mar de Arte e Cultura, possui linguagem em braile, objetos táteis e vídeos em libras. Os visitantes podem também solicitar áudio descrição sobre a mostra. Além disso, o museu disponibiliza visitas guiadas com arte-educadores e o catálogo em braile. O objetivo é proporcionar uma experiência mais completa.

Locus é uma síntese do trabalho de Adriana nos últimos anos de sua carreira e conta com cerca de 25 obras – entre telas, objetos pictóricos e instalações. O Núcleos e Rotor, e mais duas instalações (Trajetória e Órbitas), a exposição propõe um jogo lúdico com a percepção do espectador.

 

 

 

SERVIÇO:

Exposição: LOCUS – pinturas de Adriana Maciel

Local: Galeria 1 e 2 Museu Da Cultura Cearense, Centro Dragão do Mar- Fortaleza

Endereço Rua Dragão do Mar, 81- Praia de Iracema- Fortaleza

Informações:(85) 3488-8621 – (85) 3488.8611 | mcc@dragaodomar.org.br

Período até 07 de abril de 2019

Horário: aberto das terças às sextas, das 9h às 19h (acesso até 18h30), e aos sábados e domingos, das 14h às 21h, (acesso até 20h30).

Classificação indicativa: Livre

Entrada gratuita

Acesso para pessoas com deficiência

Parceiros

Coco Bambu
Caras
Beach Park
Óticas Itamaraty
Governo do Estado do Ceará
Yzzer
Copyright © 2006~2019 Lazaro Medeiros. Todos os direitos reservados.