Cineteatro São Luiz faz 62 anos em março, com programação especial

 

 

Março é o mês em que o Cineteatro São Luiz, equipamento da Secretaria da Cultura do Estado do Ceará (Secult), celebra 62 anos. Também é o mês do dia da mulher, o dia nacional do circo e o dia mundial do teatro. Com tantas datas marcantes, uma programação diversa e que abrange as mais variadas linguagens foi pensada. Todas com entrada ou gratuita ou a preços populares. Confira a programação completa em: www.secult.ce.gov.br.

No dia 8 de março, o São Luiz orgulhosamente recebe “Lia que mora na ilha de Itamaracá”. O verso é de domínio público e foi gravado pela primeira vez por Teca Calazans em 1963. Já a personagem, Lia, não vive apenas nos versos. A mais famosa cirandeira do Nordeste brasileiro apresenta no palco do Cineteatro, às 18h, o show “Ciranda de ritmos”. Os ingressos já estão à venda por R$30 (inteira) e R$15 (meia). “Na veia nordestina, eu tenho a minha visão. Carrego emprestada a força do sertão”, a canção é do álbum “Veia Nordestina”, o qual Mariana Aydar apresenta no dia 15, às 18h. Se trata de um resgate da história da cantora com a música nordestina. Os ingressos já estão disponíveis à venda por R$30 (inteira) e R$15 (meia).

A primeira Sessão Sonora (cinema + música) do ano ocorre no dia 29 e traz o documentário “Mulheres na Noite – Música em Fortaleza”, onde narra a trajetória de vida e a experiência profissional de cinco cantoras cearenses que atuam nas noites da capital. São elas: Goretti Almeida, Lupe Duailibe, Silvana Elen, Micaela Gomes e Francy Castro. O filme tem direção e roteiro de Pingo de Fortaleza. Da tela de cinema para o palco, as protagonistas interpretarão individualmente e coletivamente as canções referenciais do documentários que participaram. Os ingressos para o evento começam a ser vendidos no dia 13 de março por R$ 20 (inteira) e R$10 (meia).

Já que o assunto é cinema, vamos à programação desta linguagem para o mês. Uma Mostra Especial entra em cartaz, é “100 anos de Federico Fellini”. Serão exibidos os filmes: “A Voz da Lua”, “Oito e Meio”, “Julieta dos Espíritos”, “Os Boas Vidas” e “A Doce Vida”. Mais um filme cearense realiza sua pré-estreia no equipamento, com direção de Roberto Bomfim, dia 4 às 19h, a Casa recebe “Vestígio Pré-Coloniais Cearenses”. Todas as sessões citadas têm entrada gratuita. A Mostra Perfil de Cinema será com filmes do diretor Kleber Mendonça Filho. Em cartaz: “O Som ao Redor” (2013), “Aquarius” (2016) e “Bacurau” (2019). Os ingressos começam a ser vendidos no dia 20 de fevereiro por R$10 (inteira) e R$5 (meia).

Celebrando o teatro, a faixa de programação Perfil de Teatro é em homenagem à Graça Freitas e os espetáculos “Os Miseráveis: O Óleo da Máquina” e “O Boi Estrela”. Ambos com entrada gratuita. Já no Curta Mais Teatro, o Grupo Bagaceira apresenta “Interior” e Manada Teatro “Aquelas – uma dieta para caber no mundo”, as duas apresentações serão em formato intimista para até 70 pessoas e os ingressos começam a ser vendidos no dia 10/03 por R$20 (inteira) e R$10 (meia).

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *